• Slideshow
  • Slideshow
  • Slideshow
  • Slideshow
  • Slideshow

Conselho Regional de Biologia - 4a Região

Conselho Regional de Biologia - 4a Região

Procura

Banner

e-Bio

Deixe seu e-mail para receber o e-Bio, a newsletter eletrônica semanal do CRBio-04.
Banner
Principal Notícias Governo do DF muda norma em favor dos biólogos por pressão do sindicato
Governo do DF muda norma em favor dos biólogos por pressão do sindicato PDF Imprimir E-mail
Qui, 24 de Maio de 2018 10:32
Partilhar no FacebookPartilhar no Twitter
O Sindicato dos Biólogos do Distrito Federal obteve mais uma grande conquista para os profissionais. Uma Instrução Normativa da Diretoria de Vigilância Sanitária foi alterada em favor dos biólogos do DF.

Aprovada em dezembro de 2017, a Instrução Normativa nº18 estabeleceu o Regulamento Técnico sobre o Licenciamento e Cadastro Sanitário de estabelecimentos, equipamentos e profissionais de interesse direto ou indireto para a saúde, no âmbito do Distrito Federal. 

Em seu item 3.5.9.1 a IN excluía os biólogos dos profissionais que poderiam assumir a responsabilidade técnica dos laboratórios de análises clínicas, patologia clínica, hematologia clínica, citologia, radioisotopologia, sequenciamento de DNA, toxicologia, entre outros, ou de posto de coleta. Segundo a norma, essa prerrogativa era exclusiva de farmacêuticos-bioquímicos, biomédicos e médicos patologistas.

Com apoio do deputado distrital Wellington Luiz o Sindbio-DF conseguiu que a Instrução Normativa fosse revista e retificada, incluindo o biólogo como profissional habilitado a assumir como RT dos laboratórios citados no Distrito Federal. Mais uma conquista para a categoria e mais um reforço na máxima de que uma profissão forte se faz com entidades fortes.

O Sindbio-DF
O Sindicato dos Biólogos do Distrito Federal depende de contribuições dos profissionais para auferir recursos para sua sustentabilidade administrativa e financeira. Aqueles que querem contribuir para a continuidade dos serviços sindicais podem repassar qualquer valor à entidade. Vale ressaltar, ainda, que todo o trabalho dos diretores do sindicato é não remunerado.

Contribua! Clique aqui para saber mais.