• Slideshow
  • Slideshow
  • Slideshow
  • Slideshow
  • Slideshow
  • Slideshow
  • Slideshow
  • Slideshow

Conselho Regional de Biologia - 4a Região

Conselho Regional de Biologia - 4a Região

Procura

Banner

e-Bio

Deixe seu e-mail para receber o e-Bio, a newsletter eletrônica semanal do CRBio-04.
Banner
Principal Notícias Realizado o Papo com Biólogo sobre sementes e mudas
Realizado o Papo com Biólogo sobre sementes e mudas PDF Imprimir E-mail
Qua, 03 de Outubro de 2018 10:49
Partilhar no FacebookPartilhar no Twitter
Foi realizada na noite desta terça-feira, 02 de outubro, a 10ª edição do Papo com Biólogo, que debateu o tema "Atuação dos biólogos na produção de sementes e mudas". O evento foi realizado na sede do CRBio-04, em Belo Horizonte, com transmissão simultânea pelo Facebook. 

Participaram do debate a doutora em Ecologia e conselheira do CRBio-04 Juliana Ordones e o mestre em Biologia Vegetal e produtor de mudas Ernesto Lemes. Juliana deu início ao Papo abordando a atuação dos biólogos na área do ponto de vista legal. Ela fez um destaque sobre a Instrução Normativa nº 17, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, que em seu art. 50 trata especificamente dos profissionais que podem trabalhar com a produção de sementes e mudas. "De um lado temos a IN que oferece uma abertura a profissionais qualificados, desde que devidamente registrados em seus respectivos conselhos. De outro temos a Resolução 227 do CFBio, que estabelece várias atividades dos biólogos que se relacionam à produção de mudas e sementes", esclareceu.

Juliana ressaltou que, atualmente, estão registradas no CRBio-04 725 ARTs de trabalhos com mudas e 375 com sementes, o que comprova a capacitação do biólogo e a abertura de mercado para o profissional. Exemplo disso, o biólogo Ernesto Lemes atua há três anos exclusivamente com a produção de mudas de árvores nativas. Em sua fala, Ernesto dividiu com os presentes um pouco de sua trajetória profissional e dos desafios do setor.


"O biólogo é capacitado para trabalhar com produção de sementes e mudas, mas devemos ter noção de que esse é um termo amplo e que existem várias formas de atuar. Onde nosso conhecimento é diferenciado? Acredito que onde mais podemos contribuir é na área de espécies de flora nativa. O mercado tem uma carência enorme do profissional com esse conhecimento", salientou. 

Questionados sobre o sombreamento de atuação com engenheiros agrônomos e florestais, os biólogos ressaltaram a importância do trabalho multidisciplinar e como os conhecimentos se complementam. "Os engenheiros geralmente têm uma formação voltada para produção econômica: alimento, madeira, fibras. Já nós, na Botânica, produzimos focados na restauração", afirmou Ernesto. "Com vários profissionais atuando, ninguém perde. Ganha a conservação, ganha a economia, ganha o meio ambiente", complementou Juliana. 

Durante o debate também foi levantada a questão do Registro Nacional de Sementes e Mudas (Renasem), que atualmente não aceita o credenciamento de biólogos como responsável técnico. O questionamento foi respondido pelo conselheiro do CRBio-04 Thiago Metzker, que participava do Papo com Biólogo. Ele explicou que o Sistema CFBio/CRBios tem atuado em uma esfera política para reverter este quadro e disse acreditar que, com a abertura de mercado garantida pela IN 17, a inclusão dos biólogos no Renasem será um desdobramento natural, que deve ocorrer nos próximos meses. 

O vídeo da transmissão simultânea do evento está disponível na página do CRBio-04 no Facebook e pode ser assistido aqui: https://goo.gl/7fetKv. Em breve a gravação completa (com melhor qualidade de áudio e vídeo) estará disponível no canal do Conselho no YouTube, onde estão disponibilizadas todas as edições anteriores do Papo com Biólogo na íntegra.