Programa de Apoio a Publicações e Eventos – PAPE

Programa de Apoio a Publicações e Eventos (PAPE) é destinado a Instituições de Ensino Superior, órgãos de representação estudantil, organizações do terceiro setor e outras associações civis sem fins lucrativos que desejam apoio financeiro e institucional do CRBio-04 para eventos e publicações.

São abertos dois editais por ano: um para apoio a publicações e eventos realizados no primeiro semestre (lançado sempre no fim do ano anterior) e outro para apoio a eventos e publicações no segundo semestre (lançado entre abril e maio do ano corrente). Somente as propostas enviadas durante os períodos estabelecidos nos editais e de acordo com as regras do Programa são analisadas pela comissão formada por membros da Diretoria e da Comissão de Divulgação do CRBio-04.

O PAPE proporciona mais transparência e permite ao Conselho pensar de forma mais estratégica e racional a distribuição de recursos destinados a esse fim. A criação do Programa, no fim de 2016, substituiu o modelo de fluxo contínuo praticado até então, em que o solicitante podia preencher o formulário e pleitear o apoio em qualquer época.

 

Nenhum edital aberto no momento

A Portaria nº 155/2019 disciplina a concessão de apoio financeiro e institucional a eventos e a publicações. Recomenda-se sua cuidadosa leitura em conjunto com o edital do PAPE.

Acesse Portaria CRBio-04 nº 155/2019

Esta seção é dedicada a responder aos questionamentos mais comuns e a alertar sobre os principais erros cometidos pelos solicitantes e que implicam na reprovação da proposta.

Pessoas físicas podem receber o recurso?
A concessão será feita somente em nome da Pessoa Jurídica solicitante e por meio de transferência bancária.

Posso solicitar apoio para custeio de viagem e/ou inscrição em evento ou para submissão de artigo em periódicos?
Os recursos do PAPE não se destinam a esses fins.

Devo enviar toda a documentação comprobatória junto com o formulário de proposta?
Não. O PAPE é realizado em duas etapas. Na primeira são recebidos e analisados todos os formulários enviados pelos solicitantes. Na segunda etapa, de habilitação, somente os solicitantes que tiveram suas propostas aprovadas são convocados a enviar a documentação. O único documento comprobatório que é exigido juntamente com o formulário são as certidões de regularidade dos biólogos integrantes da Comissão Organizadora do projeto.

Preenchi o formulário mas faltou uma informação que não possuía no momento. Posso enviar mesmo assim?
A análise da proposta pressupõe o preenchimento correto e integral de todos os campos do formulário. Formulários incompletos são reprovados sem que seja feita a análise do mérito da proposta.

Quantos biólogos devem constar da Comissão Organizadora?
A exigência é que a Comissão Organizadora tenha ao menos um biólogo ativo e e sem pendências no Conselho Regional de Biologia da sua jurisdição. Entretanto, se forem listados cinco biólogos na Comissão, por exemplo, todos os cinco deverão apresentar a certidão de regularidade. Se ao menos um estiver com pendências, a proposta é reprovada.

É importante ter mais de um biólogo na Comissão Organizadora?
A exigência do Programa é de pelo menos um. Porém, o número de biólogos (ativos e regulares) na Comissão Organizadora é um critério de peso importante na avaliação das propostas. Quanto mais biólogos, maior a pontuação do projeto e maior será o recurso concedido – dentro dos limites estabelecidos na Portaria.

Meu evento ocorrerá exatamente na virada de semestre. Em qual edital devo apresentar minha proposta?
Na possibilidade da realização de um evento entre os meses de junho e julho ou dezembro e janeiro deve ser considerada a data de início para a submissão da proposta.

A veiculação destacada da marca do Conselho Regional de Biologia 4ª Região em todas as peças promocionais, publicitárias e mídias de divulgação do projeto é uma das contrapartidas exigidas para a concessão do apoio.

No menu CRBio-04 > Institucional > Logo do CRBio-04 você encontrará para download a marca do Conselho em diferentes disposições e formatos de arquivo. Utilize aquela que mais se adequar ao seu projeto. Os solicitantes devem evitar o download da marca por meio de ferramentas de busca ou em outros sites que não o oficial do CRBio-04.

  • O manual de marca do CRBio-04 proíbe a alteração de cores, fontes e proporções da marca.
  • Para uso em mídias digitais e aplicações impressas de até 10cm o arquivo .png é adequado. Para grandes formatos, como banners, por exemplo, recomenda-se o uso do arquivo .ai (Adobe Illustrator) para não haver perda de resolução.
Rolar para cima